Frankenstein_07[1]Livraço! Mary Shelley foi muito feliz ao escrever a criação, a princípio do que seria um protótipo de clone, e que acaba virando uma aberração. Dr Victor Frankestein não aceitava a morte e resolve ele mesmo criar uma criatura para brincar de ser Deus. Não bastasse isso, reaviva o mito do Prometeu porque a criatura acaba estigmatizada e vista como algo das trevas.

Dr Victor se afastou de tudo e de todos para concluir o seu projeto. E detesta o que vê porque a criatura é horrenda. Se sentindo no limbo, a criatura resolve persegui-lo. Depois se exila na floresta, conhece uma famílai feliz e com ela aprende a ler, falar e se relacionar. Ela decide se apresentar ao patriarca que é cego, que o leva a conhecer a sua família que abomina a feiúra da criatura e o vê mal.

Então, a criatura decide matar os entes queridos de Victor para que ele sinta a mesma dor que ela sente por não ter família e se sentir solitário. O monstro pede a Victor que construa uma equivalente do sexo feminino. Victor aceita e volta com seu amigo Cleval para o interior para fazer o par pro monstro. Mas muda de ideia porque não quer criar uma geração de monstros. A criatura descobre o descumprimento do acordo e mata Cleval. Victor é acusado do assassinato do amigo mas prova sua inocência. Decide se casar com a amiga de infância, Elizabeth. Na noite de núpcias, a criatura mata Elizabeth enquanto Victor sai para fazer a guarda da casa. Victor desolado decide procurar a criatura e cai doente num navio. Ele conta a história ao capitão e morre. A criatura vê a morte de seu criador, chora e decide se exilar no Pólo Norte.

O livro é fantástico. Mary Shelley se arrependeu um pouco de tê-lo escrito porque foi muito perseguida, até foi acusada de não acreditar em Deus, na época. É um clássico delicioso que merece ser lido e relido.

Fala de solidão, de amor, da vontade que o homem tem de ser Deus, de criar algo sobrenatural. Mary foi criticada por ter criado um livro que fala de um ser sem alma e desumano, uma escória e por ter brincado de ser Deus.

Super recomendo!

Indico o filme Frankenstein de Mary Shelley e o mais recente Victor Frankenstein!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s