gelo negroO livro é muito interessante, te prende até o final. Nesse, especificamente, Sherlock tenta inocentar seu irmão Mycroft que se vê envolvido num assassinato sem ser o culpado, de fato. Sherlock banca a inocência do irmão e decide investigar. As investigações acabam levando-no até a Rússia, do czar Alexandre II.

A história é bem engendrada com muita ação, emoção mas principalmente com a descrição das percepções do jovem Sherlock, que fazem com que ele acaba sendo um dos melhores detetives da ficção. Para mim, só perdendo para o belga Hercule Poirot, da mítica Agatha Christie.

Consegui descobrir o verdadeiro assassino antes do fim, mas confesso que sou muita ligada nessas tramas detetivescas. Há muitas pistas e o leitor acaba descobrindo o motivo real da trama rocambolesca.

Andrew Lane faz muitas pesquisas e coloca as suas notas no final do livro, o que te leva a querer buscar aqueles conhecimentos também.

Mycroft só quer saber de comer e ter menos esforço mas não é um assassino. Com a sagacidade e o amor de Sherlock, acabamos nos apaixonando mais e mais pelo jovem e promissor detetive que aprendeu a observar cada detalhe da cena de um crime com seu tutor Amyus Crowe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s