Voldemort não é o único grande bruxo do mal no universo mágico de J. K. Rowling. Antes de Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado, existiu Gellert Grindelwald — que inclusive fez uma participação no filme Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 –, e Animais Fantásticos e Onde Habitam vai finalmente explorar a sua história.

Atenção: a reportagem abaixo contém spoilers de Animais Fantásticos e Onde Habitam.


A cena de abertura de Animais Fantásticos e Onde Habitam traz Johnny Depp como Gellert Grindelwald. O filme começa mostrando ataques do vilão na Europa, e termina mostrando que ele estava se escondendo em Nova York, sob o disfarce do auror Percival Graves (Colin Farrell). Apesar de o longa-metragem não revelar suas motivações, Grindelwald de fato foi introduzido como principal antagonista da franquia e alguém cujo principal objetivo é expor a comunidade mágica para dominar a comunidade trouxa.

Após a confirmação de J. K. Rowling de que Animais Fantásticos terá cinco filmes e vai se passar ao longo de 19 anos, ficou claro que Grindelwald será a principal força “do mal” da série de longas. É uma atitude esperta, porque, de muitas formas, ele foi Voldemort antes do surgimento de Voldemort. Inclusive, a batalha mais famosa entre bruxos de todos os tempos não foi entre Harry e Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado, e sim entre Grindelwald e Albus Dumbledore em 1945.

Mas antes, vamos contar um pouco da história de Grindelwald. Ele nasceu no Leste Europeu e foi para a escola no Instituto Durmstrang, na Escandinávia — onde eventualmente também iria estudar Viktor Krum, astro de Quadribol e participante do Torneio Tribuxo. Lá, Grindelwald foi sugado pela Arte das Trevas e foi expulso por fazer “experimentos horríveis”, como Dumbledore iria descrever para Harry mais tarde. Enquanto esteve lá, ele ficou obcecado pelas Relíquias da Morte — mais uma vez, outro ponto importantíssimo para os últimos livro e filmes de Harry Potter –, que ele acreditava que se tornaria invencível.

A conexão entre Grindelwald e Dumbledore é algo que foi explorado em Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1; uma versão jovem do vilão até apareceu no filme, interpretado por Jamie Campbell Bower em uma cena de flashback. Esses flashbacks foram essenciais para explicar o relacionamento complicado entre os dois bruxos, e parece que vai ser o principal foco da série de Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Foi após sua expulsão de Durmstrang que Grindelwald conheceu Dumbledore. E na virada do século, Grindelwald tentou aprender mais sobre as Relíquias da Morte em Godric’s Hollow (sim, o mesmo lugar em que Voldemort matou os pais de Harry). Tanto Grindelwald quanto Dumbledore estavam fascinados pelas Relíquias e queriam encontrar as três, ainda que por motivos diferentes. Juntos, eles planejavam começar uma nova ordem mundial, em que bruxos e bruxas dominavam a todos, incluindo cidadãos não-mágicos (ou trouxas, como costumamos dizer). Mas enquanto Dumbledore imaginava essa sociedade com regras benevolentes, as ambições de Grindelwald eram bem mais sombrias.

O plano deles chegou em um impasse quando Aberforth, irmão de Dumbledore e que aparece em Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2, tenta impedir que seu irmão e Grindelwald saiam, e os três acabam entrando em uma batalha — que resulta na morte de Ariana, irmã de Dumbledore, que também aparece no longa (interessantemente, vale notar que Ariana também era uma Obscurial — uma criança com habilidades mágicas reprimidas que se transforma em uma força poderosa e sombria –, o que pode ser mais explorado nos futuros filmes). Grindelwald então fugiu para a Inglaterra e foi considero o principal culpado pela morte de Ariana. Desde então, ele continuou sozinho as ambições revolucionárias que ele e Dumbledore tanto fantasiaram.

Grindelwald (à dir) e Dumbledore (à esq.) em Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1.

Toda essa base é essencial para entender como a história de Grindelwald se encaixa no mundo de Animais Fantásticos. Considerando a época que o filme se passa, mais de duas décadas são necessárias para que o vilão chegue ao poder. O filme pincela o tema de ele querer dominar os trouxas (ou no-majs, como chamam nos Estados Unidos); inclusive, é o discurso de “Percivel Graves” no final do longa, sobre como o Congresso da Magia está sobrepondo as vontades dos no-majs e não-bruxos, que dá a dica da verdadeira identidade do personagem para Seraphina Picquery.

Grindelwald pode até ter sido capturado, mas obviamente ele vai escapar e continuar causando problemas. Seu reino de terror vai continuar no mundo mágico até 1945 (não coincidentemente, o mesmo ano em que termina a Segunda Guerra Mundial), quando Dumbledore o confronta e o derrota em um duelo (e é com esse fato que o diretor de Hogwarts se torna eternamente famoso). Os filmes de Animais Fantásticos e Onde Habitam também vão terminar em 1945, e existe uma chance grande de essa disputa mortal nas telonas ser o clímax dessa nova série.

Em Animais Fantásticos e Onde Habitam, Grindelwald está de olho em uma arma sombria e poderosa para continuar sua luta. Apesar de o público que está assistindo ao filme acreditar que é Graves quem está iludindo Credence Barebone (Ezra Miller) com promessas de ganhar poderes mágicos, na verdade é Grindelwald quem lhe entrega o colar com as Relíquias da Morte (a primeira dica de que Graves é mais do que parece) e está tentando encontrar o Obscurial. Ele falhou em sua missão, mas ainda existem chances grandes de ele continuar procurando por uma força sombria e mágica ao longo das séries para dominar o mundo.

Então como Newt Scamander (Eddie Redmayne) se encaixa nisso tudo? O primeiro Animais Fantásticos e Onde Habitam já estabeleceu que Newt e Dumbledore têm um relacionamento próximo — e Grindelwald sabe. Ele (como Graves) perguntou a Newt por que Dumbledore o defendeu durante sua expulsão de Hogwarts. Mais tarde no filme, Grindelwald claramente culpa Newt por sua captura. Com Grindelwald ciente da conexão entre Scamander e Dumbledore, o quase-magizoologista está na linha de fogo do vilão. E com a afinidade do diretor de Hogwarts por ele, Newt pode ser útil para lutar contra Grindelwald no futuro.

O primeiro Animais Fantásticos tem um tom muito parecido com o filme de Harry Potter e a Pedra Filosofal, mas como essa série de Rowling, a primeira parte foi simplesmente uma maneira de introduzir os personagens a uma batalha muito maior do que imaginamos. Antes era a guerra contra Voldemort, e agora é a batalha para derrotar Grindelwald. Animais Fantásticos e Onde Habitam 2 vai se passar em Paris, Depp foi oficialmente confirmado como Grindelwald e Dumbledore também vai aparecer no filme, então fique ligado nesses detalhes que eventualmente vão se juntar para criar toda uma base para que a série se desenvolva.

A sequência de Animais Fantásticos vai chegar aos cinemas em 2018.

Fonte: ING Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s